Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 16] - 54 questões grátis para resolução." /> Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 34] - 54 questões gratuitas para resolução." />
54 resultados encontrados para . (0.015 segundos)

72099 IOBV (2016) - Prefeitura de Chapecó - SC - Engenheiro de Trânsito / Engenharia de Trânsito

Para evitar reflexo especular que pode ocorrer com a incidência de luz dos faróis ou de raios solares as placas devem ser colocadas na posição vertical, fazendo um ângulo de:

  • a)
    85º a 90º em relação ao fluxo de tráfego, voltadas para o lado externo da via.
  • b)
    85º a 90º em relação ao fluxo de tráfego, voltadas para o lado interno da via.
  • c)
    93º a 95º em relação ao fluxo de tráfego, voltadas para o lado externo da via.
  • d)
    100º a 103º em relação ao fluxo de tráfego, voltadas para o lado interno da via.

72100 IOBV (2016) - Prefeitura de Chapecó - SC - Engenheiro de Trânsito / Engenharia de Trânsito

O atraso total:

  • a)
    é o tempo real menos o tempo ideal, inclui aceleração/desaceleração e desvio em relação ao trajeto normal.
  • b)
    separa efeito da demanda regular em cada tipo de controle e da aleatoriedade e sobre-demanda.
  • c)
    separa atraso mínimo, que é função da geometria e tipo de controle apenas, do efeito da interação do tráfego.
  • d)
    é o tempo perdido com velocidade restringido ou em desvio em relação à rota direta.

72101 IOBV (2016) - Prefeitura de Chapecó - SC - Engenheiro de Trânsito / Engenharia de Trânsito

Considerando uma via com volume de circulação de 24 carros por minuto, com volume horário de 1220 carros, pedese o seu fator de pico-hora:

  • a)
    0,847.
  • b)
    0,956.
  • c)
    1,121.
  • d)
    1,180.

72102 IOBV (2016) - Prefeitura de Chapecó - SC - Engenheiro de Trânsito / Engenharia de Trânsito

Grandes empreendimentos podem se tornar polos geradores de trânsito. Para tanto, devem ser mitigados seus efeitos de modo a manter o tráfego de veículos fluido. Não é uma medida mitigadora interna ao empreendimento:

  • a)
    Adequação dos acessos de veículos e pedestres.
  • b)
    Aumento e redistribuição de vagas de estacionamento.
  • c)
    Medidas para a garantia de acessibilidade aos portadores de deficiência física.
  • d)
    Implantação de sinalização estatigráfica e semafórica.

77834 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Tráfego / Engenharia de Trânsito

A rua A, a partir do cruzamento com a rua B, passa a ter

duplo sentido de circulação, conforme ilustrado a seguir.



Assinale a alternativa que apresenta a sinalização obrigatória

que deve ser colocada para regulamentar esta

situação.

  • a)
    Linha contínua dupla amarela na aproximação da rua A, no trecho com duplo sentido de circulação, apenas.
  • b)
    Sinal R-28 – “Duplo sentido de circulação”, na esquina posterior da Rua A, apenas.
  • c)
    Sinal R-28 – “Duplo sentido de circulação”, na esquina posterior da Rua A, e sinal A-25 – “Mão dupla adiante”, na aproximação da esquina anterior da Rua A.
  • d)
    Linha contínua dupla amarela, na aproximação da Rua A, no trecho com duplo sentido de circulação e sinal A-25 – “Mão dupla adiante”, na aproximação da esquina anterior da Rua A.
  • e)
    Linha contínua dupla amarela, na aproximação da rua A, no trecho com duplo sentido de circulação, e Sinal R-28 – “Duplo sentido de circulação”, na esquina anterior da Rua A.

77835 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Tráfego / Engenharia de Trânsito

Para a elaboração de um projeto de geometria de interseção, está correta a seguinte informação:

  • a)
    As características físicas e operacionais dos veículos que farão uso da interseção a ser projetada não influenciam no desenvolvimento do projeto.
  • b)
    A consideração conjunta da velocidade do veículo, do raio mínimo da curva e da superelevação inclui obrigatoriamente o valor máximo do coeficiente de atrito transversal desenvolvido entre pneu e pista e o valor mínimo admissível da superelevação.
  • c)
    Nos movimentos divergentes, é preciso regular o direito de passagem dos veículos que divergem, proporcionando distância de entrelaçamento que permita a ocorrência de intervalos adequados para o veículo se inserir na corrente de tráfego.
  • d)
    A distância de visibilidade de parada é a que permite ao motorista, cuja vista se acha à altura de 1,10 m da pista, parar o veículo antes de alcançar um obstáculo com 0,50 m de altura.
  • e)
    Onde não existir interseção deverá ser realizada pesquisa OD complementada por contagem de volumes em locais que cubram as alternativas das futuras correntes de tráfego da interseção.

77836 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Tráfego / Engenharia de Trânsito

Os detalhes dos levantamentos topográficos para projetos viários devem ser discriminados e relacionados nos editais de licitação, propostas e instrumentos legais entre as partes interessadas na sua execução. O tipo de levantamento topográfico utilizado para fins licitatórios é o levantamento

  • a)
    planimétrico.
  • b)
    altimétrico.
  • c)
    planimétrico cadastral.
  • d)
    planialtimétrico.
  • e)
    planialtimétrico cadastral.

77964 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Tráfego / Engenharia de Trânsito

Observe a figura a seguir.



Cor do sinal: orla interna e mensagem pretas, orla externa

e fundo amarelos.

Quanto à sinalização proposta na figura, é correto afirmar

que

  • a)
    serve para advertir sobre uma situação inesperada ou perigosa à frente.
  • b)
    é um sinal de advertência ao qual deve sempre ser acrescentada mensagem complementar indicando o motivo desta informação, tais como obras ou escola.
  • c)
    não é um sinal de advertência previsto no Anexo II do Código de Trânsito Brasileiro.
  • d)
    para situações de obras, deve apresentar fundo e orla externa laranja.
  • e)
    só deve ser utilizada quando não houver outro sinal que a substitua.

77965 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Tráfego / Engenharia de Trânsito

Quando em determinado trecho de via houver instalado medidor de velocidade do tipo fixo, os equipamentos dos tipos estático, portátil e móvel somente poderão ser utilizados a uma distância mínima, daquele equipamento, de em vias urbanas e trechos de vias rurais com características de via urbana e em vias rurais e vias de trânsito rápido.

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do texto.

  • a)
    duzentos metros … um quilômetro
  • b)
    quinhentos metros … dois quilômetros
  • c)
    duzentos metros … quatro quilômetros
  • d)
    trezentos metros … dois quilômetros
  • e)
    um quilômetro … cinco quilômetros

80951 VUNESP (2016) - MPE-SP - Engenheiro de Tráfego / Engenharia de Trânsito

Observe as imagens a seguir



Cor dos sinais A,B,C: orla interna, símbolo e mensagem

pretos, orla externa e fundo amarelos.

Cor do sinal D: orla interna e mensagem pretos, orla

externa e fundo brancos.

Para advertir do início de uma faixa com circulação exclusiva

de ônibus, deve ser utilizado o

  • a)
    Sinal A, apenas.
  • b)
    Sinal B.
  • c)
    Sinal C, apenas.
  • d)
    Sinal D.
  • e)
    Sinal A e C