Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 16] - 252 questões grátis para resolução." /> Notice (8): Undefined variable: description_for_layout [APP/View/Layouts/default.ctp, line 34] - 252 questões gratuitas para resolução." />
252 resultados encontrados para . (0.018 segundos)

52441 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Em uma palestra sobre normas vigentes de auditoria emanadas pelo Conselho Federal de Contabilidade acerca do Auditor Independente, foram abordados os seguintes itens: responsabilidades da liderança pela qualidade na firma, exigências éticas relevantes, aceitação e continuidade do relacionamento com clientes e de trabalhos específicos, recursos humanos, execução do trabalho e monitoramento. Nos termos da NBC PA 01, esses itens representam elementos tratados por políticas e procedimentos inclusos em

  • a)
    um sistema de controle de qualidade.
  • b)
    um projeto de auditoria independente.
  • c)
    uma sistemática de controle interno e externo.
  • d)
    um conjunto de medidas voltadas à evidenciação de atos auditados.
  • e)
    uma política de transparência fiscal.

52495 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Nos termos da Instrução Normativa IN nº 01/2001 da Secretaria Federal de Controle Interno − SFCI do Ministério da Fazenda, quando da necessidade de obtenção de informações em tempo hábil, em casos em que a ação na sua totalidade se torna impraticável, é necessária a aplicação

  • a)
    dos papéis de trabalho.
  • b)
    do registro das constatações.
  • c)
    da amostragem.
  • d)
    da escrituração contábil.
  • e)
    das notas remissivas.

57069 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Considere os itens abaixo.

I. Verificação da legalidade dos atos de execução orçamentária de forma prévia, concomitante e subsequente.

II. Levantamento, prestação ou tomada de contas, a qualquer tempo, de todos os responsáveis por bens ou valores públicos.

III. Controle, pelo órgão incumbido da elaboração da proposta orçamentária ou a outro indicado na legislação, do cumprimento do programa de trabalho expresso em termos monetários e em termos de realização de obras e prestação de serviços.

IV. Controle da legalidade dos atos de que resultem a arrecadação da receita ou a realização da despesa, o nascimento ou a extinção de direitos e obrigações.

V. Controle da fidelidade funcional dos agentes da administração, responsáveis por bens e valores públicos.

Segundo dispõe a Lei nº 4.320/1964, esses atos são típicos do exercício do controle

  • a)
    da dívida pública.
  • b)
    da execução orçamentária.
  • c)
    de registros de atos públicos.
  • d)
    de limites fiscais.
  • e)
    das contas patrimoniais.

61261 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Considere os itens abaixo.

I. Assistir à equipe de trabalho no planejamento e execução da auditoria.

II. Assistir aos membros da equipe de trabalho responsáveis pela direção e supervisão do trabalho de auditoria e no cumprimento de suas responsabilidades de revisão.

III. Permitir que a equipe de trabalho possa ser responsabilizada por seu trabalho.

IV. Manter um registro de assuntos de importância recorrente para auditorias futuras.

V. Permitir a condução de inspeções externas em conformidade com as exigências legais, regulamentares e outras exigências aplicáveis.

Nos termos da NBC TA 230, esses itens representam as denominadas finalidades adicionais

  • a)
    dos papéis de trabalho.
  • b)
    da documentação de auditoria.
  • c)
    do planejamento da auditoria.
  • d)
    dos registros contábeis fidedignos.
  • e)
    do relatório de auditoria.

61265 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Considere os itens abaixo.

I. A disponibilidade de caixa constará de registro próprio, de modo que os recursos vinculados a órgão, fundo ou despesa obrigatória fiquem identificados e escriturados de forma individualizada.

II. A despesa e a assunção de compromisso serão registradas segundo o regime de competência, apurando-se, em caráter complementar, o resultado dos fluxos financeiros pelo regime de caixa.

III. As demonstrações contábeis compreenderão, isolada e conjuntamente, as transações e operações de cada órgão, fundo ou entidade da administração direta, autárquica e fundacional, excluindo a empresa estatal dependente.

IV. As receitas e despesas previdenciárias serão apresentadas em demonstrativos financeiros e orçamentários específicos.

V. As operações de crédito, as inscrições em Restos a Pagar e as demais formas de financiamento ou assunção de compromissos junto a terceiros, deverão ser escrituradas de modo a evidenciar o montante e a variação da dívida pública no período, detalhando, pelo menos, a natureza e o tipo de credor.

Consoante dispõe a Lei Complementar nº 101/2000, é norma de escrituração das contas públicas APENAS o indicado nos itens

  • a)
    I, II, III e IV.
  • b)
    II, III, IV e V.
  • c)
    I, III, IV e V.
  • d)
    I, II, IV e V.
  • e)
    I, II, III e V.

66236 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Considere os itens abaixo.

I. Informações utilizadas pelo auditor para fundamentar suas conclusões em que se baseia a sua opinião.

II. Risco de que o auditor expresse uma opinião de auditoria inadequada quando as demonstrações contábeis contiverem distorção relevante.

III. Risco de que os procedimentos executados pelo auditor para reduzir o risco de auditoria a um nível aceitavelmente baixo não detectem uma distorção existente que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções.

IV. Postura que inclui uma mente questionadora e alerta para condições que possam indicar possível distorção devido a erro ou fraude e uma avaliação crítica das evidências de auditoria.

V. Nível alto, mas não absoluto, de segurança, no contexto da auditoria de demonstrações contábeis.

Nos termos da NBC TA 200, esses itens definem, respectivamente,

  • a)
    premissa, risco de detecção, risco de distorção relevante, julgamento profissional e premissa razoável.
  • b)
    evidências de auditoria, risco de detecção, risco de distorção relevante, ceticismo profissional e premissa.
  • c)
    premissa, risco de distorção relevante, risco de detecção, julgamento profissional e asseguração razoável.
  • d)
    evidências de auditoria, risco de auditoria, risco de detecção, ceticismo profissional e asseguração razoável.
  • e)
    informação contábil histórica, risco de auditoria, risco de detecção, ceticismo profissional e premissa razoável.

66258 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

A Lei Complementar nº 101/2000 determina que Estados, o Distrito Federal e os Municípios devem encaminhar ao Ministério da Fazenda, nos termos e na periodicidade a serem definidos em instrução específica deste órgão, as informações a respeito das dívidas públicas interna e externa. Segundo essa norma, esses dados constituirão

  • a)
    o controle interno exercido pelo Poder Executivo.
  • b)
    o estoque específico de operações por antecipação da receita orçamentária.
  • c)
    o registro da execução orçamentária e extra orçamentária.
  • d)
    a base de cálculo dos resultados nominal e primário.
  • e)
    o registro eletrônico centralizado das dívidas públicas interna e externa.

66261 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Considere os itens abaixo.

I. O objetivo e a extensão dos trabalhos.

II. A metodologia adotada.

III. Os principais procedimentos de auditoria aplicados e sua extensão.

IV. A descrição dos fatos constatados e as evidências encontradas.

V. Os riscos associados aos fatos constatados.

Nos termos da NBC TI 01, esses itens são aspectos mínimos que devem ser abordados

  • a)
    no processamento eletrônico de dados.
  • b)
    nos testes substantivos e de observância.
  • c)
    no relatório da auditoria interna.
  • d)
    para afastar os riscos de auditoria.
  • e)
    no planejamento da auditoria interna.

69815 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Durante os trabalhos, um auditor independente concluiu que não seria possível obter segurança razoável, bem como que uma opinião com ressalva no relatório seria insuficiente nas circunstâncias para atender aos usuários previstos nas demonstrações contábeis. Nesse caso, a NBC TA 200 requer que o auditor

  • a)
    amplie a amostragem inicial.
  • b)
    interrompa os trabalhos e faça um novo planejamento da auditoria.
  • c)
    faça uma revisão das anotações dos papéis de trabalho.
  • d)
    solicite mais auditores para auxiliar os trabalhos.
  • e)
    se abstenha de emitir sua opinião ou renuncie ao trabalho, quando a renúncia for possível de acordo com lei ou regulamentação aplicável.

69819 FCC (2017) - DPE-RS - Analista - Contabilidade / Auditoria Governamental

Durante um congresso sobre Auditoria Governamental, o expositor explicou as caraterísticas dos planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias, das prestações de contas e o respectivo parecer prévio, do Relatório Resumido da Execução Orçamentária e o Relatório de Gestão Fiscal. Nos termos da Lei Complementar nº 101/2000, todos esses são instrumentos de

  • a)
    transparência da gestão fiscal.
  • b)
    execução da gestão fiscal.
  • c)
    planejamento da política fiscal.
  • d)
    auditoria do exercício fiscal.
  • e)
    fiscalização do regime fiscal.