4586 resultados encontrados para . (0.013 segundos)

74013 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia Mecânica

Uma máquina térmica recebe 100 MW de energia por transferência de calor e rejeita calor a uma taxa de 33 MW para uma fonte fria. A eficiência da máquina térmica é:

  • a)
    n = 75%
  • b)
    n = 67%
  • c)
    n = 33%
  • d)
    n = 22%
  • e)
    n = 15%

74014 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia Aeronáutica

Um carpete vai ser instalado em uma sala que tem o comprimento medido de 12,73m (quatro algarismos significativos) e a largura de 3,46m (três algarismos significativos). Com base no conceito de erro de medição, o valor mais seguro para ser considerado como área da sala é

  • a)
    44,0458 m2.
  • b)
    44,046 m2.
  • c)
    44,045 m2.
  • d)
    44,05 m2.
  • e)
    44,0 m2.

74015 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia Aeronáutica

Considere o diagrama de manobras do projeto de

determinado avião, como apresentado abaixo. Analise os

itens seguintes e escolha a opção correta.

I. A velocidade VD é a velocidade máxima permitida em

voo e deverá ser menor que a VNE (Never Exceed

Speed).

II. VA é a Velocidade de Manobra e deve ser menor

ou igual à velocidade de estol na configuração (sem

flape).

III. A velocidade VA é a maior velocidade em que poderá

ser feita a plena deflexão do profundor sem que isso

leve a aeronave a ultrapassar seus limites estruturais.

IV. A velocidade de projeto (VC ) para a maior rajada

permitida pelos regulamentos deve estar situada em

algum ponto entre VA e VD.



Estão corretos somente os itens:

  • a)
    I e II.
  • b)
    II e III.
  • c)
    II e IV.
  • d)
    I e IV.
  • e)
    III e IV.

74016 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia Aeronáutica

De acordo com o RBHA 65, em relação à obtenção e à preservação de licença/CHT de mecânico de manutenção aeronáutica, por grupo de habilitação (motopropulsor, célula e aviônicos), não é correto afirmar:

  • a)
    para a obtenção de uma licença/CHT, o requerente deverá comprovar que foi considerado aprovado em exame de conhecimento teórico e prático.
  • b)
    após a primeira habilitação de um grupo, o requerente, para obter habilitações subsequentes dentro do mesmo grupo, deverá comprovar possuir experiência profissional com vínculo empregatício na habilitação requerida de, no mínimo, três anos de trabalho em empresa aérea ou de manutenção.
  • c)
    aos candidatos titulares de licença/CHT estrangeira de mecânico de manutenção aeronáutica – brasileiros ou não – será aplicado o princípio da reciprocidade entre o Brasil e o país emitente da licença/CHT considerada, mediante uma declaração de equivalência ou similaridade dos grupos de habilitação.
  • d)
    o detentor de uma licença/CHT somente pode exercer os privilégios de sua licença se, nos últimos 24 meses, por pelo menos seis meses, tiver trabalhado na habilitação relacionada com a sua licença.
  • e)
    o detentor de uma licença/CHT poderá exercer os privilégios de sua licença, caso tenha sido aprovado, há menos de 24 meses, em exame de conhecimento prático, aplicado pela ANAC ou por profissional por ela credenciado.

74017 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia Aeronáutica

Segundo o regulamento RBAC 145, o manual da organização de manutenção deve incluir, exceto: certificado de tipo ou da organização do projeto de tipo, inclusive as Diretrizes de Aeronavegabilidade.

  • a)
    descrição das operações da organização de manutenção certificada, incluindo os endereços, descrição geral das instalações, recursos, equipamentos e materiais.
  • b)
    procedimentos para manutenção, manutenção preventiva ou alteração, inclusive para gerenciar o trabalho executado em outra localidade.
  • c)
    plano de implementação de um Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO), com descrição dos registros requeridos e o sistema de arquivamento usado.
  • d)
    procedimentos para cumprir com as informações de dificuldade em serviço.
  • e)
    procedimentos de recebimento, acesso, emenda e distribuição de todos os dados de aeronavegabilidade necessários, oriundos da ANAC, do detentor do

74018 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia de Produção

A lei de Ohm estabelece que

  • a)
    a corrente elétrica em um condutor metálico é diretamente proporcional à diferença de potencial (ddp) em seus terminais se a temperatura e outras grandezas físicas forem constantes.
  • b)
    a corrente elétrica em um condutor metálico é diretamente proporcional à diferença de potencial (ddp) em seus terminais se a temperatura e outras grandezas físicas não forem constantes.
  • c)
    a corrente elétrica em um condutor metálico é inversamente proporcional à diferença de potencial (ddp) em seus terminais se a temperatura e outras grandezas físicas forem constantes.
  • d)
    a corrente elétrica em um condutor metálico é inversamente proporcional à diferença de potencial (ddp) em seus terminais se a temperatura e outras grandezas físicas não forem constantes.
  • e)
    a corrente elétrica em um condutor não metálico é inversamente proporcional à diferença de potencial (ddp) em seus terminais se a temperatura e outras grandezas físicas forem constantes.

74019 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 2 / Engenharia de Produção

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI ) e de Proteção Coletiva (EPC ) têm como função reduzir os riscos ou as consequências dos acidentes de trabalho. Nas afirmações abaixo, coloque a letra I (individual) para indicar EPI e C (coletiva) para indicar EPC: ( ) Capacetes de aba frontal, óculos de proteção com lentes incolores, respiradores purificadores de ar com filtros e luvas isolantes de borracha.

( ) Exaustor para gás/vapor e arcondicionado/aquecedor para local frio.

( ) Fita antiderrapante de degrau de escada e sensor de máquina.

( ) Protetores auditivos tipo de concha ou inserção (plugs).

A sequência correta é:

  • a)
    I, C, I, I.
  • b)
    C, I, C, C.
  • c)
    I, C, C, I.
  • d)
    C, I, I, C.
  • e)
    I, C, I, C.

74978 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 4 / Engenharia Aeronáutica

O processo de planejamento de um aeroporto requer uma grande número de estimativas. Assim, no projeto de aeroportos, diversas técnicas de pesquisa operacional são utilizadas para o dimensionamento dos componentes aeroportuários. Analise os itens abaixo, classificando-os como certos ou errados. A seguir, assinale a opção correta. I. Os métodos de teoria de filas quantificam os tempos de chegada de passageiros aos pontos de processamento, bem como o número de passageiros na fila formada e o tempo de espera até eles serem atendidos, segundo uma taxa de serviço definida. Os modelos de teoria de filas se dividem em determinísticos e estocásticos. Modelos de teoria de filas são típicos para uso no check in e na área de restituição de bagagens. II. Modelos econométricos são utilizados para estimar o fluxo de passageiros a partir de parâmetros econômicos, ou proxies relevantes disponíveis. Esses modelos não assumem uma explicação causal e aceitam muitas variáveis independentes correlacionadas. III. As decisões por viagens e a escolha modal são características comuns dos modelos utilizados no planejamento de transportes multimodais (aéreo, rodoviário, ferroviário, etc.). IV. Alguns modelos procuram incorporar o comportamento de escolha dos passageiros e utilizam um enfoque discreto. Esses modelos não são muito apropriados para julgar mudanças na oferta ou nas escolhas entre alternativas. Estão corretos apenas os itens

  • a)
    I, II, III.
  • b)
    I, II, IV.
  • c)
    I, III.
  • d)
    II, IV.
  • e)
    Todos os itens estão corretos.

74979 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 4 / Engenharia Aeronáutica

Segundo o Programa de Segurança Operacional Específico (PSOE), para a operacionalização do processo de gerenciamento do risco à segurança operacional, a ANAC deve estabelecer meios capazes de registrar, tratar e monitorar dados e informações relativas aos perigos e riscos, bem como gerar relatórios gerenciais que permitam a avaliação da eficácia do referido processo. Devem ser registrados, tratados e monitorados:

  • a)
    riscos latentes identificados no ambiente operacional.
  • b)
    atos ou medidas (corretivos e preventivos) para a mitigação e controle dos perigos.
  • c)
    relatos de segurança operacional (mandatórios, voluntários, anônimos ou identificados).
  • d)
    dados ou informações provenientes de quaisquer outras fontes para o gerenciamento de perigos.
  • e)
    todas as acima.

74980 ESAF (2016) - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 4 / Engenharia Aeronáutica

No Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO), previsto no regulamento RBAC 153, o operador de aeródromo deve estabelecer um processo contínuo e formal para identificar perigos existentes ou potenciais nas operações desenvolvidas. A utilização de recomendações decorrentes de investigações de incidentes e acidentes aeronáuticos é considerada uma abordagem:

  • a)
    Investigativa.
  • b)
    Preditiva.
  • c)
    Preventiva.
  • d)
    Reativa.
  • e)
    Recomendativa.